0

E-paper vai ser descartável como papel

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, dezembro 07, 2010 in , ,

Repassando:
"Pesquisadores de universidades descobriram uma forma de transformar papel em e-paper - isto é, a mesma tela do Kindle ou do Alfa.

O professor Andrew Steckl, da Universidade de Cincinnati, mostrou com sucesso como usar "electrowetting" no papel - processo de aplicar um campo elétrico em gotículas coloridas dentro de uma tela - funciona da mesma forma que no vidro. O e-paper, como o conhecemos hoje, ainda deve durar pelo menos alguns anos (ou até quando você derrubar seu e-reader e quebrá-lo de vez), mas Steckl diz que o e-paper de papel 'é bastante barato, bem rápido, colorido e no final do dia ou da semana, você poderia jogá-lo no lixo'.

Obviamente em um pedaço normal de papel, você só pode guardar uma quantidade limitada de dados - a menos que você escreva a lápis e reescreva constantemente. Este e-paper de papel conteria a mesma quantidade de informação que um monitor de computador , de acordo com Steckl, mas pode ser descartado com facilidade, com poucas repercussões ambientais.

Não sei se a última afirmação procede, mas ainda assim, é fascinante o que Steckl e sua equipe conseguiram fazer em campo. Dado que estamos ansiosos por e-paper colorido há tempos, o trabalho de Steckl deve ir longe. [TG Daily via SlashGear]"

Fonte: Gizmodo

Isso é bem legal. E-paper descartável. Tendo em vista que nem o e-paper não-descartável ainda conseguiu atingir seu público alvo, imagino se este novo e-paper fará sucesso... Se isso vir a baratear o produto... talvez.

|
0

Obama escreve livro infantil

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, novembro 16, 2010 in ,
Repassando...

"É hoje publicado nos Estados Unidos o novo livro de Barack Obama: "Of Thee I Sing: A Letter to My Daughters". O presidente norte-americano inspirou-se nas filhas para o escrever

Depois de "Dreams from My Father" e "The Audacity of Hope", Obama aventura-se agora na escrita infantil. O novo livro é inspirado nas duas filhas do Presidente americano, Malia e Sasha, e presta homenagem a 13 figuras importantes da história dos Estados Unidos. De George Washington a Martin Luther King, passando por Albert Einstein e Helen Keller, a história americana é dada a conhecer aos mais jovens.
O responsável pela publicação de livros infantis da editora Random House diz que a obra "celebra as características que unem todos os americanos, o potencial para realizar os sonhos e construir os próprios caminhos". O livro foi escrito ainda antes de Obama tomar posse como Presidente dos Estados Unidos, em 2009.
Meio milhão de exemplares está hoje disponível nas livrarias norte-americanas. As receitas resultantes da venda dos livros serão doadas para bolsas de estudo destinadas a filhos de soldados feridos ou que já morreram.
O livro inclui ilustrações de Loren Long, que trabalhou no livro infantil de Madonna, "As Maçãs do Sr. Peabody". Na capa do livro vê-se uma ilustração das duas filhas de Obama com o seu cachorro Bo.
Obama não foi o primeiro na Casa Branca a arriscar a escrita para crianças. Antes dele, Hillary Clinton com "It Takes a Village" e Laura Bush com "Read All About It!" tinham já arriscado a escrita de livros infantis. "

Eu achei a iniciativa fofa. E vocês?
Fonte: aeiou

|
0

Google Street View no Brasil

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, outubro 26, 2010 in ,

O função Street View do Google está disponível desde 30 de setembro. São 51 cidades brasileiras cobertas pelo serviço.

Segundo o Google, o Brasil foi coberto com vantagem em relação a outras localidades do mundo pois nossa cobertura já inclui vários itens das novas políticas de segurança, e que tiveram que ser amadurecidas a base de processos judiciais em outros países. É possível notar isso nos rostos e placas de carros borradas das imagens.

É claro que isso não evita que imagens curiosas sejam arroladas por alguns usuários do sistema, e isso já gerou até site.

Para nós, bibliotecários, cabe compreender o serviço como um serviço de referência, que nos auxilia a localizar ruas, prédios e endereços. Talvez, mais do que isso, o Street view pode auxiliar a uma determinada comunidade a dar um passeio virtual em diferentes lugares, tendo a bilioteca como guia.

Para usar o serviço basta acessar o Google Mapas, digitar o endereço desejado e, uma vez encontrado, arrastar o bonequinho (chamado Pegman) da barra de zoom para a rua.

O serviço permite salvar um link e enviar para os outros ou embeber a visão na página.

Abaixo envio nossa Biblioteca Nacional que fica aqui pertinho de mim. Passe o mouse e explore a imagem de cima. Dá para ver todos os lados da rua, acima e abaixo. Divirta-se.


Exibir mapa ampliado

|
0

Livros Infantis Gratuitos

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, outubro 22, 2010 in ,

Desde 11 de outubro, o Banco Itaú está distribuindo um kit de livros infantis gratuitamente.

É o projeto Ler Faz Crescer, que distribuirá 8 milhões de livros.

A ideia é que cada um assuma o compromisso de ler com seus filhos, netos, irmãos, sobrinhos, além de repassar os livros para outras crianças.

O kit inclui contos da carochinha e lendas brasileiras. Leva em torno de 20 dias para chegar no endereço dado.

Para um banco... iniciativa muito bacana...

Interessados visitem: Banco Itaú

Valeu a dica Tati!!!

|
2

Mundi Livros: leia o quanto puder

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, outubro 08, 2010 in , ,

Locadora de livros. Essa é a proposta da Mundi Livros. Uma loja virtual de venda e aluguel de livros.

Você paga uma taxa mensal e tem direito a ler qualquer livro da coleção Mundi Livros com planos de retirada que variam de 1 a 3 livros de cada vez.

Na devolução, você receberá, automaticamente, outros livros na sequência de sua lista de leitura, criada previamente. Não há limite de retiradas por mês ou tempo de leitura.

Similar ao modelo americano, Books Free, a Mundi Livros possui planos mensais a partir de R$26,50.

Pra quem leu toda a coleção Crepúsculo em 4 semanas como eu, essa proposta é bem econômica.

Se você é um leitor compulsivo e mora em Sampa, então visite o link: Mundi Livros.

Em breve estarão no Rio. Aguardo avidamente.

|
2

Quer ter ideia do tamanho do Google?

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, setembro 28, 2010 in ,
O gráfico abaixo é muito interssante.
Ele faz várias comparações. O resultado é impressionante.
Afie seu inglês e boa leitura. Clique para ampliar.

Google by the numbers.

Infographic by computer school.org


|
0

Fila de mais de 700 pessoas marca o lançamento do iPhone 4 no Brasil

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, setembro 17, 2010 in , , ,

Repassando:

"Na virada de quinta-feira (16) para sexta-feira (17), as principais operadoras de celular lançaram o iPhone 4 oficialmente no Brasil. Na cidade de São Paulo, cerca de 700 pessoas não se importaram com o preço do aparelho, até R$ 2.100 (modelo de 32 GB) e formaram uma enorme fila no Shopping Eldorado para comprar o smartphone da Apple em primeira mão.

A estimativa de pessoas na fila é da Tim, que abriu uma de suas lojas no primeiro minuto da sexta-feira.
(sic)
Ao longo da semana, as operadoras anunciaram seu planos e preços do iPhone 4. A Claro informou que o modelo de 16 GB do aparelho chegará às lojas da operadora custando R$ 339 para clientes do plano pós-pago Claro 2 mil. A versão de 32 GB sairá por R$ 639. Já clientes do plano pós-pago mais básico, Claro 45, o iPhone 4 de16 GB custará R$ 1,529 mil. Os valores se referem apenas ao aparelho, sem o valor mensal da franquia. Para clientes de plano pré-pago, o aparelho será vendido por R$ 1,799 mil (16 GB) e R$ 2,099 mil (32 GB).

A Tim abriu nove lojas no Brasil a meia-noite desta sexta-feira (17) para o início das vendas. Os clientes interessados no plano pós-pago pagarão R$ 189 mensais pelo iPhone 4 de 16 GB, sendo R$ 39 referentes ao plano e R$ 150 para o aparelho em 12 vezes. O valor já contempla a franquia do plano Tim Liberty. Consumidores que fizerem novas ativações terão o desconto por seis meses. Os clientes que comprarem o aparelho nos planos pós-pagos também contam com acesso gratuito à internet móvel por seis meses. Para clientes de plano pré-pago, o valor da versão 16 GB será R$ 1.799, parcelado em até três vezes.

A Vivo confirmou na quinta-feira (16) que manterá os mesmos preços praticados na versão 3GS para a venda do iPhone 4. Segundo o anúncio, a versão de 16 GB do iPhone 4 será vendido entre R$ 550 e R$ 1.300, dependendo do plano contratado. Na contratação do Vivo iPhone 200, o aparelho de 16 GB sairá por R$ 1.050, já o de 32 GB custará R$ 1.350. A operadora também abriu lojas no Brasil para o início das vendas na virada desta quinta para sexta-feira (17).

Clientes da Oi terão a opção de ter internet de graça por dois meses. Para participar, os usuários devem optar por um dos planos Oi À Vontade + Dados. Os clientes também ganham crédito de até R$ 2,1 mil, de acordo com o plano contratado, para comprar um iPhone 4. Em São Paulo, o preço dos novos smartphones da Apple varia de R$ 1.799 (16 GB) a R$ 2.099 (32 GB)."

Eu, particularmente, acho esses preços absurdos. Será que vale a pena pagar tão caro para ter internet no bolso?
E a informação? Haverá diferença no tratamento da informação com esta nova tecnologia? Será uma tendência?

Leia mais em: G1

|
0

Psicologia da Biblioteconomia

Posted by Sandréa Moraes on quinta-feira, setembro 16, 2010 in , , ,

Está programado para ser lançado em junho de 2011, o livro "The Psychology of Librarianship" dos organizadores Leanne VandeCreek, Lynn Gullickson, e H. Stephen Wright, publicado pela Scarecrow Press.

O livro pretende ser uma coletânea de artigos e ensaios sobre os aspectos psicológicos do trabalho biblioteconômico.

Neste meio tempo, os organizadores estão aceitando contribuições (em língua inglesa) para compor capítulos do livro ou mesmo citação de trabalhos existentes.

Se você tem algum trabalho nesta área, taí uma boa oportunidade de participar ou ter seu trabalho citado internacionalmente.

Os capítulos girarão em torno dos seguintes temas:

· Por que as pessoas escolhem ser bibliotecários
· Gerenciamento de conflitos entre bibliotecários
· Guerra de Gerações: bibliotecários tradicionais vs Geeks
· Medo e insegurança na Biblioteca
· Reconhecer e lidar com distúrbios de personalidade
· A autoimagem do bibliotecário
· Psicologia e patologia do colecionismo
· Dinâmica do relacionamento entre bibliotecários e usuários, entre outros.

Se tem interesse em participar, escreva para eles:

Leanne VandeCreek, lvandecreek@niu.edu
Lynn Gullickson, lynn.gullickson@wheaton.edu
H. Stephen Wright, hswright@niu.edu / via libref-l

Leia mais em: Beyond the Job


|
0

FileMenu Tools: canivete suiço

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, setembro 13, 2010 in , ,
Olá Povo,

Estou em outro projeto e fica difícil postar. No entanto, aqui vai uma dica interessante.

Estou renomeando uma gama enorme de arquivos para inseri-los com nomes padronizados no FotoStation.

O Windows permite que você renomeie vários arquivos selecionando-os todos de uma vez, clicando o botão direito do mouse e escolhendo renomear. Daí você dá o novo nome e os demais arquivos ficam com aquele novo nome mais um numeral - ex.: Nome.doc, Nome(1).doc, Nome(2).doc, Nome(3).doc, etc.

Isso resolve se você não vai fazer muito mais com os arquivos...

Bibliotecários porém, podem precisar de mais do que apenas numerar arquivos. Podem precisar incluir sufixos e afixos nos arquivos, códigos e decimais como em uma classificação.

Para esses casos, existem alguns programas que ajudam.

O que costumo usar é o FileMenu Tools.
O FileMenu é um programa que funciona em menu de contexto e que inclui diversos utilitários em uma mesma ferramenta.

Com um só clique, é possível ativar o prompt do DOS a partir da pasta em que se está; copiar o path integral até o nome do arquivo; visualizar o tamanho dos arquivos da pasta; visualizar e alterar os atributos do arquivo; dividir um documento grande em arquivos menores, deletar, duplicar e muito mais.

O recurso que mais uso, como disse, é o de renomear.
Com uma interface simples, é possível renomear arquivos e pastas com numerais crescentes, decrescentes, incluir afixos e sufixos, mudar o nome de arquivos no meio, no final e na extensão, incluir um hífen ou um underscore por exemplo, depois de determinada palavra e muito mais.

Se você quer um programa tipo canivete suiço, vai por mim, FileMenus Tools é uma boa escolha, e é grátis.


|
1

O que fazer com um computador velho

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, agosto 11, 2010 in ,
Esse livro já foi lançado a algum tempo mas vale a divulgação: 62 Projects to Make with a Dead Computer, de Randy Sarafan.

Nele você encontra dicas para reaproveitar sua sucata eletrônica.
Pra quem trabalha em biblioteca pública, e os recursos são escassos, ele mostra como transformar um laptop velho em projetor digital, por exemplo. Tudo ilustrado.


Vale conferir.

|
1

O fim do Google Wave

Posted by Sandréa Moraes on quinta-feira, agosto 05, 2010 in , , ,

Agora é oficial: o Google anunciou que vai parar o desenvolvimento do Google Wave.

O Google Wave, lançado a apenas 1 ano, e tido como a revolução do e-mail, teve poucas adoções e será descontinuado.

Lars Rasmussen, desenvolvedor do programa e maior otimista do projeto, está até agora tentando entender o porquê do Wave não ter decolado...

Muitas pessoas acharam o projeto confuso. Eu mesma, que estive entre os 10.000 primeiros convidados, achei o Wave muito inócuo, oferecendo soluções que outros programas já ofereciam e melhor...

Isso é para que tenhamos em mente que tecnologia boa, não quer dizer tecnologia adotada; que lançamento de empresa grande, não quer dizer estabelecimento de padrão; e que inovação não é a mesma coisa que renovação...

Leia mais em: BBC News

|
0

IBGE Países@: dados pontuais

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, julho 28, 2010 in , ,

O IBGE possui um mapa interativo com dados atualizados sobre diversos países.
São dados pontuais sobre população, indicadores sociais, economia, meio ambiente e objetivos do milênio.
Excelente guia de referência rápida.

Visite:Países@
Valeu Margot!

|
0

Curso de Encadernação no Museu Casa de Rui Barbosa

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, julho 23, 2010 in ,

Repassando:

Já estão abertas as inscrições para o Curso Básico de Encadernação, que acontece entre os dias 2 e 13 de agosto, das 14 às 17 horas, no Museu Casa de Rui Barbosa.

As aulas têm a coordenação do Serviço de Preservação da Fundação Casa de Rui Barbosa e a monitoria do encadernador Francisco Bomfim. No Brasil não há um curso oficial para formação de encadernadores. A oficina tem como objetivo preencher esta lacuna, dar um treinamento básico sobre a prática da encadernação.

As inscrições custam R$300,00. Serão concedidos certificados aos participantes com pelo menos 75% de frequência. Mais informações pelo telefone 21 3289-4660 (Rebeca) ou via e-mail.

Fundação Casa de Rui Barbosa
Rua São Clemente, 134 Botafogo
Rio de Janeiro

Fonte: Casa de Rui Barbosa

Valeu a dica Lú!

|
1

70.000 Blogs fechados de uma só vez

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, julho 19, 2010 in , ,

A Blogetery, uma plataforma do Wordpress, encerrou seus servidores na sexta passada com todos os 70.000 blogs hospedados nele, sem aviso prévio.

Imagine: da noite para o dia, todas as informações que você juntou por algum tempo - as vezes anos - deletadas, de uma só vez.

Sites noticiosos comentam que os acessos ao Rapidshare e Bittorrent geraram ações judiciais relativas a direitos autorais e que levaram o Blogetery a desligar seus servidores.

Na lista de discussão da empresa, não há uma explicação formal, mas a tese legal é confirmada quando um dos representantes afirmou que eles não tiveram outra opção que não desligar os servidores ao acatarem uma ordem judicial. Simples assim.

Este fato nos leva à diversas discussões:

-- O primeiro e mais contundente: a perda das informações.

Tudo bem que alguns sites hospedados lá pudessem ter material ilegal, que infringisse os direitos autorais... mas, puxa, e todos os outros que estavam em ordem? Que eram sites de pessoas sérias, estudantes e professores? Todo mundo foi penalizado junto? Todo mundo perde tudo?

-- Segundo: a volatilidade/efemeridade da informação digital.

Você pode voltar aqui amanhã, por exemplo, e este blog não estar mais aqui. Do ponto de vista da referência, como nós bibliotecários podemos sanar isso?

-- Terceiro: a tirania corporativa.

Então uma empresa é penalizada judicialmente, decide apagar tudo que acha que lhe pertence e fica por isso mesmo... Será que estas corporações tem noção de que há uma coletividade aqui? Que o que elas nos viabilizam é mais do que elas próprias? Que elas são donas do meio, mas não da mensagem? Como podem deliberar sobre o que não lhes pertence?

-- Quarto: a falta de uma política de governança.

Notem que este evento ocorreu, não em um país de Terceiro Mundo. Não. Foi num país desenvolvido. E mesmo lá, eles tem essa dificuldade. A verdade é que ainda falta uma política sobre o que fazer com a informação digital e como tratá-la. Não deveríamos ser nós, bibliotecários, a elucidar esta questão? Estamos demorando muito a alcançar nosso público? Demorando a demonstrar que podemos ajudar? Ou será que nem nós temos solução para o problema?

Bem... se este blog ainda estiver aqui amanhã, a gente continua...
-----------
Atualização: Hoje, 20/06, foi divulgado que o site fechara devido a links terroristas. Leia Mais.

|
0

Controle de Versão no Word

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, julho 14, 2010 in

Pra você que precisa controlar as versões de seus documentos do Word e tem dificuldade em utilizar o Verjet, o próprio Word possui um sistema que realiza um trabalho parecido.
Vá em Arquivo/Versões, clique em "Salvar uma versão automaticamente ao Fechar" e pronto, este documento terá suas alterações salvas a cada abrir e fechar.

Se você quiser facilitar seus processos, e ter esta funcionalidade por padrão, então siga como indicado:
Geralmente, os documentos do Word são criados a partir do arquivo Normal.dot.
Para o Word, a extensão .dot significa Modelo.

- Crie um documento em branco e como indicado, vá em Arquivos/Versões e marque a opção de salvamento automático;
- Depois vá em Ferramentas/Opções e na aba "Usuário", coloque seu nome na caixa. Isso fará com que o Word saiba quem gravou a versão;
- Salve o documento em branco como Normal1.dot (escolha a extensão .dot na lista) na pasta "Modelos";
- Vá em "Modelos" (normalmente em C:\Dados de Aplicativos\Microsoft\Modelos) e substitua o Normal.dot pelo Normal1.dot (é só renomear o Normal.dot como Normal2.dot e o seu Norma1.dot como Normal.dot).

Pronto. Toda vez que você criar um documento novo, ele já terá controle de versão.

Para ver a versão anterior, basta abrir o documento versionado, clicar em Arquivos/Versões, clicar na data desejada e em seguida "Abrir" na mesma tela. O Word irá dividir a tela com as duas versões, a atual e a pedida.

E mais, se seus documentos forem guardados e acessados via rede, e se seus companheiros de equipe fizerem este mesmo procedimento na máquina deles, então os documentos abertos por outros e alterados, irão aparecer com os nomes dos outros componentes da equipe em suas versões. Simples.

Veja outras dicas de Versionamento e Workflow.

|
0

The Conversation: categorizando as Redes Sociais

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, julho 09, 2010 in , ,

O mapa acima (clique para ampliar), criado por Brian Solis do Blog PR 2.0 , categoriza os principais representantes das Redes Sociais atuais.

"The Conversation (The art of listening, learning and sharing) " resume o que tais redes estão fazendo com as relações de comunicação entre as pessoas.

A distância entre quem produz o conteúdo , e quem a lê, esta cada vez mais invisível.

Isso nos faz repensar nossas relações com usuários e a disponibilização das informações numa biblioteca. Mais que só a disponibilização, isso nos faz pensar na própria informação como produto.

Se você não conhece os sites mencionados nas folhinhas, acho bom visitá-los...

|
0

Junkebox: Wix & Jango

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, junho 30, 2010 in ,

Long time no see!

Vejam o que possível criar unindo sistemas à bases de dados: BiblioPage Songs.

Uma lista das músicas mais tocadas na minha estação de rádio no Jango. Tem a Lady Gaga, Black Eyed Peas, Justin Timberlake, Rihanna entre outros.

Com a tecnologia oferecida pelo Wix é possível criar sites em flash facilmente, e os links compartilhados do Jango dão o caminho. E o melhor, tudo de graça!

Aproveite para visitar minhas rádios no Jango:

Use a criatividade e crie o seu site também.

|
0

Logitech Revue: a TV do Google

Posted by Sandréa Moraes on quinta-feira, junho 17, 2010 in ,
Como comentado aqui, o Google vai lançar uma TV interativa.

Agora ela já tem nome: Logitech Revue.

O aparelinho poderá chegar as lojas ainda este ano.

Você pagaria por uma TV com buscador embutido?

Veja as fotos:




Leia mais aqui.

|
0

Ponteiro: guia de referência rápida

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, junho 15, 2010 in ,

Esse site é muito legal: Ponteiro.

Nele, podemos encontrar informações pontuais em torno de datas sobre diversos assuntos ou pessoas do mundo todo.

Seu arranjo cronológico inclui listas de frases e links, além de calendário de todos os anos e estatísticas de ocorrências de eventos.
As informações são constantemente revisadas.

Veja estes resultados em nossa área.
Excelente guia de referência rápida. Visite.



|
0

Google Background

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, junho 11, 2010 in ,

Ainda sobre o Google:

Agora é possível trocar aquela tela branca de fundo do Google por uma imagem de sua preferência.

Para personalizar, basta clicar no link "Altere a imagem do plano de fundo" no rodapé do site. Lá é fácil escolher entre as opções oferecidas pelo editor ou incluir uma imagem de sua preferência.

É uma personalização interessante para incluir a logo da biblioteca nas instituições que disponibilizam terminais de internet nos salões de leitura. Decoração, por assim dizer...

|
0

"Easter eggs" do Google

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, junho 09, 2010 in

Os chamados easter eggs (ovos da páscoa em inglês) são brincadeiras e surpresas escondidas dentro de páginas da web, jogos e programas. Muitas pessoas passam anos utilizando um mesmo software e não chegam a descobrir estas surpresas ocultas neles.

Os easter eggs do Google são muito criativos.

Por exemplo, digite "World Cup" no Google e veja que a numeração das páginas muda do comum Goooogle para Goooool. Foi uma forma de homenagear o esporte.

Outro resultado engraçado é para a pesquisa "Find Chuck Norris". Digite isso e depois clique no botão "Estou com sorte" e veja a página que aparece... o Chuck Norris é para eles o que o "Capitão Nascimento" é pra nós...

A pesquisa "Elgoog" + botão "Estou com sorte" também dá um resultado engraçado.

A calculadora embutida do Google também responde de forma estranha a certas pesquisas. Digite: "Answer to the Ultimate Question of Life the Universe and Everything" e o resultado será 42, em referência a um livro que fala sobre o número. Ou digite "number of horns of a unicorn" e a calculadora responderá 1.

As ferramentas de idiomas também oferecem easters. Visite a lista de línguas do Google e veja que entre as línguas sérias estão também a Klingon de Star Trek; a Bork, Bork, Bork!, que é um cacoete do chefe sueco dos Muppet; a Hacker, com números e letras; e até Pirata...

O Google é uma fonte de referência que não esquece o bom humor.

|
1

Livros Ilimitados publica seu livro

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, junho 07, 2010 in

A Livros Ilimitados é mais uma editora que publica livros junto ao autor de forma direta.
Segundo eles, não há restrições ao tipo de obra, mas exigem o mínimo de 50 exemplares para impressão.

Os livros são comercializados no próprio site e contam com, pelo que vi, lindos projetos gráficos pré-definidos.

Eles oferecem também serviços extras:

- ilustração
- digitação de textos
- revisão (ortográfica e gramatical)
- diagramação
- projetos gráficos especiais
- produção de evento de lançamento
- produção multimídia (incluindo audiobooks, motion comics e vídeos)

Quem vai testar?

|
0

Lei Obriga Escolas a Instalarem Bibliotecas

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, maio 31, 2010 in ,

"Escolas sem biblioteca. Parece até brincadeira, mas 445 escolas brasileiras ainda não dispõem de bibliotecas, segundo o Ministério da Cultura. O índice representa 8% dos 5.565 municípios em todo o país. Para tentar resolver esses números desafiadores, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou uma lei que determina a instalação de bibliotecas em todas as instituições de ensino do país, incluindo públicas e privadas. O decreto foi divulgado no Diário Oficial na semana passada.


De acordo com o texto, "considera-se biblioteca escolar a coleção de livros, materiais videográficos e documentos registrados em qualquer suporte destinados à consulta, pesquisa, estudo ou leitura". O acervo mínimo exigido será de um livro por aluno matriculado. Caberá ao respectivo sistema de ensino adaptar o acervo conforme as necessidades, promovendo a divulgação, preservação e o funcionamento das bibliotecas escolares.


As escolas terão até dez anos para instalar os espaços destinados aos livros, material videográfico, documentos para consulta, pesquisa e leitura. “Não existe escola sem biblioteca. Esses espaços de leitura são fundamentais na vida dos estudantes, seja da escola particular ou pública”, analisa o secretário de Educação de Feira de Santana, José Raimundo Azevêdo. “Se faz necessário incentivar a leitura desde novo, pois há muitos jovens que não sabem ler, escrever ou interpretar um texto”, destaca."
Leia toda matéria no fofíssimo blog de Williany Brito.

|
0

Retratos da Leitura no Brasil

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, maio 31, 2010 in ,

O livro Retratos da Leitura no Brasil do Instituto Pró-Livro está disponível para download gratuito no site da instituição.

Segundo a editora:

"O IPL disponibilizou o conteúdo com o objetivo de possibilitar o acesso de todos às análises sobre o comportamento dos brasileiros em relação à leitura.

Retratos da Leitura no Brasil foi lançado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, em 2008, e reúne artigos de especialistas que se debruçaram sobre os resultados da pesquisa Retratos da Leitura II, divulgada pelo Instituto Pró-Livro no início do mesmo ano. A coordenação dos trabalhos é de Galeno Amorim, e entre os nomes presentes no livro estão o escritor Moacyr Scliar, o ex-diretor da Unesco Jorge Werthein, o coordenador do projeto Livro de Leitura do MinC Jéferson Assunção e o secretário executivo do PNLL José Castilho Marques Neto."


Sem dúvida, tema de concursos...

|
0

45 Websites de Arte

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, maio 31, 2010 in ,

Alguém aí está precisando distrair as crianças na biblioteca?

Esse post da Making Teachers Nerdy é ótimo.

São listados 45 sites de desenho e pintura digital, além de brincadeiras com formas geométricas e 3D.

Lista também sites que brincam com palavras como o TypoGenerator e o Wordle, já comentado aqui.

Visite.

|
1

Listando pastas no Windows

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, maio 25, 2010 in ,

Ainda falando do trabalho com diretórios, as vezes ocorre a necessidade de listar os arquivos que estão guardados dentro de determinada pasta.
Lista de imagens, de textos, de pdfs, de programas e mesmo de outras pastas - não importa; todo bibliotecário, um dia, já teve que fazer lista de alguma coisa.

Se este é seu caso, não há necessidade de printar (printscreem) a tela ou mesmo escrever sua lista à mão.

Existem softwares que fazem o serviço: Directory Lister, Print Folder, Directory List & Print etc.

Caso não possa baixar um programinha, use o bom e velho DOS para realizar a tarefa:

  • Abra o prompt do DOS em Iniciar>Programas>Acessórios>Prompt de Comando.

  • Pule para o diretório que deseja listar usando o comando CD (Check Directory) assim, ex.:
    C:\> cd Meus Documentos - ele irá entrar na pasta Meus documentos.
    Se necessário, faça o caminho pasta a pasta, usando o comando CD.

  • Uma vez na pasta desejada, use o comando: dir>contents.txt (sem espaços)

  • Saia do Prompt do DOS usando o comando exit e volte a sua pasta.

Agora existe um arquivo de texto dentro da pasta, com a lista dos itens da mesma.
Simples assim.

|
0

Google TV

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, maio 21, 2010 in , ,

Ao que tudo indica, o Google vai lançar sua Internet TV.
Numa conferência em San Francisco, EUA, foi anunciado este novo projeto do Google.

Replicando:

"A ideia é trazer a internet para os televisores. Em parceria com Sony (TVs) e Logitech (set-up boxes), a Google TV virá com o navegador de internet Chrome instalado.

Os desenvolvedores disseram que o objetivo é transportar a experiência de navegação já vivenciada nos computadores para as telas de TV. Assistir a vídeos do YouTube, pesquisar episódios de seriados ou usar outros programas de computador serão possíveis no equipamento. Como resume o vídeo de apresentação: passar menos tempo procurando conteúdos e mais tempo assistindo.

A Google TV possibilitará ainda seguir a programação de um canal e participar, na tela, de um fórum de discussão em uma rede social.

A tecnologia estará presente em televisores da Sony, que virão de fábrica com processadores da Intel adaptados para melhor desempenho dos vídeos da rede na TV. Também serão vendidos set-up boxes – dispositvos para conectar o serviço às telas de alta definição – e aparelhos de Blu-ray, que permitirão o uso da Google TV em outros equipamentos.

A Logitech deve produzir teclados e outros acessórios para a TV. No software, a Adobe informou que o Flash Player 10.1 será integrado ao navegador Chrome para a visualização dos conteúdos. Não foram divulgados preços ou data ou lançamento."
Veja outra imagens aqui.
Agora me digam... Como vamos referenciar informações via esta nova mídia? É um caso a se pensar...

Fonte: Clic RBS

|
0

Personalizando e manipulando pastas do Windows - Manualmente

Posted by Sandréa Moraes on quinta-feira, maio 13, 2010 in , ,

Antes de ser interrompida pela correria desta última semana, estávamos falando sobre personalização de pastas.

Pois é. Se sua biblioteca não permite baixar programas freeware como os mencionados anteriormente aqui, então vamos fazer o processo no modo manual mesmo, isto é, via programação. É fácil.

A primeira coisa a fazer é conseguir os ícones.

Você pode criar seus próprios ícones ou baixar este pequeno pack que depositei aqui. São ícones de pastinhas coloridas, de projetos, níveis etc. Bonitinho. Descompacte e salve em "Meus Documentos" mesmo.

Uma vez que já tenha os ícones, é bom saber que as pastas do Windows possuem uma configuração padrão que pode ser modificada através de um arquivinho oculto chamado Desktop.ini .

Devemos forçar o desktop.ini a aparecer pra você. Para isso, faça o seguinte:

1. Dê um duplo clique no ícone Meu computador.
2. Selecione o menu "Ferramentas".
3. Clique em "Opções de pasta".
4. Depois de aparecer a nova janela, selecione a guia "Exibir".
5. Coloque uma marca de seleção na caixa "Mostrar o conteúdo das pastas do sistema."
6. Sob os arquivos "ocultos e pastas", selecione o botão "Mostrar arquivos e pastas ocultos".
7. Retire a marca da caixa "Ocultar as extensões dos tipos de arquivo conhecidos".
8. Retire a marca da caixa "Ocultar arquivos protegidos do sistema operacional".
9. Pressione o botão Aplicar.
10. Pressione o botão "OK".
11. Feche o "Meu Computador".

Você vai notar que os arquivos de sistema tornaram-se visíveis nas pastas. O Arquivo Thumbs.db é um deles.
Se ainda assim o arquivo desktop.ini não tiver aparecido na pasta que você deseja alterar ou personalizar, faça o seguinte:

1. Clique com o botão direito do mouse em uma área vazia da pasta
2. Clique em Propriedades
3. Clique na guia Personalizar
4. Clique no botão "Alterar Ícone"
5. Selecione o ícone da pasta normal (o mesmo que ele já tinha)
6. Clique em Aplicar, OK

Agora há um arquivo desktop.ini. Esse arquivo pode ser aberto com o Notepad.
Substitua o texto que está lá pelo exemplo abaixo:

[.ShellClassInfo]
IconFile=C:\Meus Documentos\icones\Colors.icl
IconIndex=1
Infotip=Esta pasta contém documentos importantes. Não mexa!
[{BE098140-A513-11D0-A3A4-00C04FD706EC}]
Attributes = 1
IconArea_Image =C:\meus Documentos\Pôr-do-sol.jpg
DefaultDropEffect =1

IconFile, é um comando que diz ao Windows aonde ele deve procurar o ícone da pasta. Assim sendo, coloque depois do "=" o caminho aonde você guardou o ícone que criou ou baixou.

IconIndex, diz ao Windows que ícone pegar num arquivo tipo icl - que é mais ou menos como uma pasta zipada de ícones.

Infotip, como o nome diz, dá uma dica sobre o conteúdo quando alguém passa com o mouse sobre o ícone da pasta (onMouseover). Você pode digitar o que quiser. Muito legal para lembretes e avisos. Tem limite de caracteres...

O [{BE098140... não faço a menor ideia... o que importa é que ele funciona.

DefaultDropEffect registra o "como" a pasta deve se comportar. Se você colocar o valor 1, qualquer arquivo que você arrastar para a pasta será uma cópia do original, se colocar o valor 2, o arquivo arrastado será movido para dentro da pasta; se digitar 4, será criado um link para o arquivo original (não me perguntem o que ele faz se digitar 3 pois não testei...).

O comando IconArea_Image dá um papel de parede para sua pasta. Digite o caminho para a imagem.

No site Xs4all existe uma lista de outros comandos para personalizar suas pastas, incluindo outras versões do Windows.

Se você colocar os ícones numa pasta de rede e configurar o desktop.ini para procurar a rede, vários computadores poderão enxergar seus ícones e tips personalizados.

Mas tenha cuidado: não vá alterar pastas .ini dentro de patas de sistema tipo a SYSTEM ou WINDOWS. Isso pode prejudicar o funcionamento do Shell do Windows. Limite-se a modificar pastas comuns.

Com estes conhecimentos básicos é possível destacar pastas no meio de tantas outras e facilitar a navegação dos usuários. Isso tamém é trabalho do bibliotecário: reformatar e sinalizar.

|
0

Filmes direto no PC

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, maio 10, 2010 in ,
Muito atolada no trabalho para postar algo elaborado, então lá vai:

Filmesfree: site para ver filmes diretamente no PC grátis.

Tem a opção de baixá-los mediante uma pequena quantia... aja conexão para ver um filme inteiro... a imagem é simplória... e não faço a menor ideia do que fizeram com os direitos autorais... no entanto, tá valendo.

Todos os filmes estão lá... Muiiito legal.

Valeu a dica, Margot!


|
1

Personalizando e manipulando pastas do Windows

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, maio 03, 2010 in , ,

Por mais que existam bases de dados para guardar tudo, não há como negar que sempre sobra alguma coisa guardada nos diretórios do Windows, seja no drive C:, ou mesmo num drive em um servidor de rede.

Organizar estas pastas torna-se então uma demanda diária que a limitação do Windows só dificulta.

As pastas tem um limite de 255 caracteres no nome (o que já é um milagre... nos Windows 3.x era só de 8 caracteres...) e se você tentar arrastar uma pasta com um título tão extenso para dentro de outra irá receber uma mensagem de erro pois o sistema soma o nome da subpasta ao nome da pasta e assim o path estoura o limite.

Outra dificuldade é criar metadados dentro desses diretórios.
Quando se passa o mouse sobre uma pasta, normalmente vem alguma informação como o tamanho e alguns nomes de arquivos, mas nada profissional.

Pra piorar ainda tem o fusionismo causado pela visualização daqueles ficheiros amarelos.
Tente localizar uma pasta em particular dentro de um diretório com 50 itens...

Para estes casos a personalização das pastas é uma ajuda.
O Folderico e o Horizon MyFolder são dois programas freewares que auxiliam a personalizar os ícones das pastas e fazê-las destacarem-se dentro dos diretórios.

Para incluir comentários nas pastas use o HobComment que é um software bem simples. Funciona através de menu de contexto, que pra quem não sabe, é aquele menu que aparece quando se clica com o botão direito do mouse sobre o arquivo. Clique em "Add comment" e ele abre um campo para sua digitação.

Se sua empresa não permite downloads e instalação, mesmo que gratuitas - como é o caso da minha - meu próximo post mostrará como fazer a personalização na mão mesmo... até.

|
0

É o cara...

Posted by Sandréa Moraes on quinta-feira, abril 29, 2010 in ,
Dessa vez não tem pra ninguém... Lula é o cara!

E não sou eu quem diz isso... é uma das revistas mais respeitadas do planeta, a Time Magazine.

A Time, em sua lista anual colocou nosso presidente em primeiro lugar entre os líderes mais influentes do mundo todo, acima até do Barack Obama...

O artigo de apresentação foi escrito por Michael Moore, o cineasta.
Com ou sem críticas, exageros à parte... não há como negar que é um feito e tanto...

|
1

Amazon Clothing Store: para o bibliotecário fashion

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, abril 28, 2010 in
Que fofo!

A Amazon Clothing Store possui uma coleção de artigos para bibliotecários "descolados".

Bolsa, meia, braceletes, camisas e alguns livros formam a coleção.

Navegue pela barra.

Alguém aí quer me dar um destes itens de presente?



|
0

Os 50 melhores websites de 2009

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, abril 27, 2010 in ,

A revista Time publicou uma lista com os 50 melhores websites de 2009.

Notem que os links são sobre assuntos variados.
Encabeçando a lista está o Flickr.
Alguns dos sites já foram vistos aqui no blog.

Aproveite para atualizar seus bookmarks.

Valeu a dica, Renata!

|
0

iCurrent : feed de notícias

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, abril 26, 2010 in , , ,

Pra quem gosta de acompanhar notícias com o Google Alerts ou no Google News e tem o costume de agregar feeds com um agregador tipo Bloglines, experimente o iCurrent.

A proposta do iCurrent é servir como um jornal online, mas tem funcionamento semelhante ao dos agregadores de feeds; sua interface no entanto, é bem mais bonita e organizada. Lembra um e-zine.

Você digita os termos de interesse e ele cria canais com aquele termo, o que se supõe, a criação de um grupo de notícias.

Outra vantagem é a possibilidade de distribuição do conteúdo para várias mídias.
Apesar de localizar itens também em português, funciona melhor com termos em inglês.

Experimente: iCurrent, notícias personalizadas.

|
0

A Library of Congress vai arquivar todos os tweets do Twitter

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, abril 20, 2010 in , , ,

Cada mensagem pública passada através do Twitter será arquivada na LoC.

Isso é o que diz a matéria do NPR News.

Cada mensagem - mesmo as sem importância, como "o que comi no café da manhã"- serão arquivadas.

O objetivo da empreitada é ter prova do estilo de vida de nossa sociedade; ou pelo menos da sociedade americana.

Pessoalmente, acho que o projeto terá sérias restrições funcionais... imagine arquivar 50 milhões de tweets por dia... e mais, será que no futuro, em 100 anos, haverá mídia disponível para ler estes tweets?

|
1

Mensagens ao estilo "Missão Impossível"

Posted by Sandréa Moraes on segunda-feira, abril 19, 2010 in

Se você precisar passar uma mensagem a alguém sem comprometer seu endereço de e-mail, e ainda ter a certeza de que aquela pessoa não vai repassar a mensagem digitalmente, então use este site:
This Message Will Self Destruct

Parece engraçado... e é.
Você digita o recado e ganha um link.
Você passa o link para a pessoa e ela poderá ler o seu recado.
Depois, se ela ou qualquer um tentar acessar o link novamente, o recado e o link estarão inacessíveis.
A mensagem foi destruída....

Este site, definitivamente, trabalha na contramão da preservação da informação...

Aproveite para ler o meu recado.
Se ele não estiver lá, sinto muito. Você não foi o primeiro a lê-lo....

|
1

Ookong: acompanhe os preços da Amazon

Posted by Sandréa Moraes on quinta-feira, abril 15, 2010 in , ,

Ookong é um add on para Firefox que realiza o monitoramento de preços dos produtos da Amazon.com.

Após sua instalação todos os itens da Amazon ganham um botão "Follow this item".

Ao clicar nele você terá o histórico da variação de preços do item desejado e ainda poderá personalizar o Ookong para que sejas avisado no momento em que o preço deste mesmo item baixar.

É possível também personalizar uma porcentagem ou um valor como referência para que o Ookong dispare o aviso.

É uma ótima opção para um setor de aquisição em bibliotecas podendo auxiliar com a aquisição planificada de livros em orçamentos limitados.

O Ookong também tem um site próprio para quem não usa o Firefox.
Nele é possível acompanhar o preço dos itens que estiverem disponíveis no buscador. É necessário criar uma conta gratuita.

Fonte: LifeHacker

|
0

Mais Audiolivros...

Posted by Sandréa Moraes on terça-feira, abril 13, 2010 in ,

Já tinha comentado aqui sobre o Books Should Be Free, um site que disponibiliza audiolivros, em inglês, gratuitamente.

Descobri estes outros sites, e estou repassando:

  • Librophile: audiolivros/audiobooks em inglês. Itens gratuitos.

  • Plug Me: audiolivros em português para download ou em CDs. Preços variam.

  • Nossa Cultura: idem acima, mas não disponibiliza amostras de audio para sua avaliação.
  • Universidade Falada: em português. Inclui livros universitários e produtos gratuitos. Muito legal.
  • Tempo Livro: em português. Inclui livros jurídicos.

Boa leitura.


|
0

Não julgue um livro pela capa... mesmo porque elas não existirão mais

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, abril 09, 2010 in ,
Li um artigo interessante sobre a Morte das Capas dos Livros.
Já notaram que com a adoção dos e-books as capas (e também as contracapas e sobrecapas) dos livros tornaram-se desnecessárias?

Mesmo que você não seja um tipo de pessoa que escolhe um livro pela capa, a capa é uma referência visual importante no momento da compra. Ela também funciona como fonte de propaganda gratuita quando você está lendo em algum lugar público.

Preocupados com a perda desta fonte nas edições digitais, as editoras estão desenvolvendo novas modalidades para manter a propaganda de sua publicação.

Abaixo vai uma mostra das novas capas de livros digitais.


iPad Sunset Mag Cover Spec from Jesse Rosten on Vimeo.



|
0

Mobile World: o tamanho do mercado

Posted by Sandréa Moraes on sexta-feira, abril 09, 2010 in ,
A imagem abaixo é um gráfico que representa o tamanho do mercado de telefones celulares (clique para ampliar). Aparelhos e serviços compõem um universo de comunicação onde circulam informações diariamente.

A esfera rosada mostra que o Google domina como engine de busca neste universo telemóvel.

Achei estranho o Brasil não aparecer na lista de países, ainda mais quando é mais fácil ver um mendigo com um aparelho celular nas mãos do que com um teto sobre sua cabeça...


Aproveitem para visitar o site da Infographics Magazine. As imagens são ótimas.

|
0

Pluviofobia

Posted by Sandréa Moraes on quarta-feira, abril 07, 2010 in

O deus grego da chuva, Pluvio, dá nome a esse termo, que não é novo pois já é usado em biologia, mas que agora faz parte do vocabulário carioca: Pluviofobia - medo da chuva.

Ontem choveu mais que o dobro esperado para todo o mês de abril. O equivalente a 300.000 piscinas olímpicas, disseram os jornais (Para se ter uma ideia, 300.000 é mais que a população de Riverside, California nos EUA em 2008).

Tendo em vista que uma piscina olímpica tem em torno de 2.500 m³ de água, ou 2.500.000 litros, temos mais ou menos 750.000.000.000 litros de água que equivale a pouco menos que 1316 números cúbicos somados um a um...

Está achando minhas comparações meio loucas? Visite as fontes:


|

Copyright © 2009 Sandrea's BiblioPage All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.